Psicologia

Terapia abordagem Cognitiva Comportamental

 

Terapia Cognitiva Comportamental – TCC

Método psicoterapêutico testado e comprovado cientificamente por inúmeros estudos e cientistas”. Aliás, é a forma de terapia mais estudada e cientificamente comprovada.

Ensina as técnicas para identificar os seus padrões de pensamento, regras, formas de pensar, hábitos e atitudes e  que estão na origem dos problemas psicológicos e aprender pensamentos, atitudes, crenças. Comportamentos, “filosofias, estratégias mais úteis que pode incorporar no seu dia-a-dia para melhorar o seu bem- estar.

 

Avaliação Psicológica – Avaliação Psicossocial

 

De uma forma geral, a avaliação psicológica pode ser definida como um conjunto de técnicas e procedimentos que tem o objetivo de verificar determinadas características psicológicas de uma pessoa, sendo o psicólogo o único profissional habilitado por lei para exercer esta função (CFP 007/2003).

O objetivo da avaliação psicológica não é fazer julgamentos morais ou estabelecer critério de certo ou errado e sim buscar entender a partir de técnicas especificas as diferenças individuais, no que diz respeito às suas capacidades, habilidades, características de personalidade, comportamentos ou algum possível conflito (interno ou externo) de determinada pessoa.

A avaliação psicológica é amplamente utilizada em diversos contextos, dentro de empresa, por exemplo, ela desempenha uma função essencial não apenas na área de seleção, mas também na área de desenvolvimento pessoal e mesmo de avaliação de potencial. Muitas organizações constatam que a avaliação psicológica é uma ferramenta poderosa de tomada de decisão que traz benefícios indubitáveis para os indivíduos e para a organização. No âmbito de seleção de pessoal é possível detectar perfis mais adequados e os que não são compatíveis com o cargo, evitando assim consequências prejudiciais, como o adoecimento, prejuízos financeiros e a desmotivação do funcionário com o cargo exercido (Ferreira & Santos, 2010).

A realização da avaliação psicológica na área da saúde é indispensável quando pensamos em medidas “curativas” ou preventivas, pois a partir dessa técnica é possível que o profissional tenha mais clareza sobre diagnósticos, métodos de tratamento ou de prevenção de determinadas patologias (Custódio, 2002). Pode-se citar ainda a contribuição da avaliação psicológica nas situações em que se faz necessário avaliar pessoas que podem ser expostas a situações de risco como, por exemplo, se determinada pessoa está apta a conduzir veículos ou portar armas de fogo, tal resultado pode evitar possíveis transtornos tanto para o individuo como para sociedade. O uso dessa técnica também é uma importante ferramenta para a tomada de decisões seja ele no âmbito jurídico, na área neuropsicológica, orientação vocacional, entre outros.

 

Avaliação Neuropsicológica

 

A avaliação neuropsicológica é um procedimento que tem por objetivo investigar as funções cognitivas (conhecimentos complexos) e práxicas (atividade motora fina) dos pacientes, buscando elucidar os distúrbios de atenção, memória e senso percepção, além de alterações cognitivas específicas como gnosias, abstração, capacidade de raciocínio, cálculo e planejamento, bem como seus diagnósticos diferenciais.
Esta complexa avaliação é realizada por psicólogos e neurologistas treinados na avaliação das “funções nervosas superiores” e utiliza de testes neurológicos e psicológicos específicos, padronizados e validados, sendo realizados em etapas sucessivas, baseados em dados comparativos, segundo o esperado para cada faixa etária, nível socioeconômico e escolaridade.

 

Avaliação para Concurso